San Blas – Um guia prático!

Eu quero que você pense em uma ilha do Caribe com um hotel com tudo incluído, beber margaritas durante todo o dia, muitos restaurantes excelentes que você pode escolher, casas noturnas e festas na piscina, o local perfeito para um Spring Break americano. Conseguiu imaginar? Boa! Embora isso exista, o que vamos falar não é nem um pouco como você provavelmente imaginou.

Quer continuar?

San Blas é geralmente o principal destino no Panamá, é uma parada obrigatória para os viajantes no país. O arquipélago composto por mais de 360 pequenas ilhas tropicais é o território do povo Guna, antes de você começar a se preocupar com qual ilha visitar ou se você acha que precisa de mais de um ano para ver todas elas, note que nem todas são habitavéis e as que são, nem todos os Guna aceitam turistas nas ilhas. Eu já estive em San Blas três vezes em sete meses, então vou compartilhar com você minha experiência e dicas de viagem para você não se surpreender com nada se decidir ir a San Blas.

Se você está procurando um belo destino natural, com pouquíssima infra-estrutura e muita natureza intocada, este é o lugar para você. Mas eu não vou falar sobre como essas ilhas são incríveis e paradisíacas (não me interpretem mal, tudo que você lê online é verdade!) Eu sinto que devo avisá-lo, não é fácil chegar em San Blas e uma vez que você está lá, não espere muita infraestrutura em termos de banheiros, encanamento e até mesmo luz. Isso realmente depende da ilha que você está hospedado, só acho que você deve estar preparado.

Como chegar lá

A maneira mais fácil é você reservar um passeio na Cidade do Panamá, eles geralmente reservam uma viagem de um dia, dois dias / uma noite ou três dias / duas noites de todos os dias da semana. Minha recomendação aqui é ficar apenas uma noite e aproveitar dois dias no paraíso. Isso porque uma viagem de um dia é muito curta e cansativa, lembre-se que leva cerca de duas horas e meia para chegar ao porto e mais alguns minutos de barco para chegar à ilha. E a estrada para chegar lá fecha antes do anoitecer, então você teria que sair da ilha por volta das 3 horas da tarde. E para mim duas noites é muito tempo, lembre-se que não há internet ou outro tipo de entretenimento, algumas ilhas nem tem água potável ou luz, então se você optar por ficar mais tempo, esteja preparado para isso.

Uma vez que você reservou o seu passeio, um motorista irá buscá-lo e levá-lo ao porto em uma 4×4. Isto é muito importante, se você optar por alugar um carro e ir até o porto sozinho, certifique-se de alugar um carro 4×4, a estrada para chegar a San Blas é cheia de curvas e altos e baixos, e se choveu nos dias anteriores, eles podem não deixar você passar com um carro pequeno. E mesmo se você optar por fazer isso, você precisa reservar uma viagem com o povo Guna, eles têm um controle sobre quantos turistas estão indo para as ilhas todos os dias. Minha recomendação é ir com um dos motoristas que vão por aquela estrada todos os dias e estão acostumados a isto. E se você fica enjoado em viagens de carro facilmente esteja preparado para uma hora de uma estrada muito sinuosa. Não se esqueça de levar seu passaporte com você, quando você entrar na região de Guna Yala, eles pedirão.

Quando chegar ao porto, um barco levará você para a ilha em que você estiver hospedado. Não tenha medo, vai parecer muito confuso e desorganizado, mas no final, tudo dá certo e você chegará ao seu destino. Outra coisa, o barco que te levará não é um barco grande, então há uma boa chance de você se molhar, colocar suas coisas em um saco plástico, é uma boa ideia. Eu não estou tentando assustar você ou fazer você desistir, na verdade é o oposto, eu quero que você esteja preparado para que você possa aproveitar sem surpresas.

Acomodações

Você geralmente pode escolher entre estadias em uma barraca de camping, você terá que levar todo o equipamento de camping com você; ou ficar em uma cabana, mas nem todas as ilhas têm cabanas disponíveis então lembre-se de pedir suas opções. Se você optar por estar em uma barraca de camping, esteja ciente dos coqueiros, eles estão em toda parte, por isso procure um local livre do risco de cair um coco na sua barraca.

O que levar

Isso depende de quanto tempo você vai ficar, mas em todos os casos, eu diria para levar uma mochila no máximo, uma que seja fácil de carregar. Nem todas as ilhas têm um píer, então em alguns casos você vai sair do barco direto na praia, até mesmo uma pequena mala pode não ser a melhor idéia. Você deve trazer com você: protetor solar, óculos de sol, chapéu, repelente de insetos, carregador portátil (você não terá acesso à internet por lá, mas se você é como eu e gosta de tirar fotos, provavelmente ficará sem bateria), lanterna, muita água (é uma boa idéia levar com você um cooler, só não leve um feito de isopor, as chances são que ele vai quebrar no barco), algo para comer durante o dia (as principais refeições estão incluídas no pacote, mas é sempre uma boa idéia ter algo se você ficar com fome, especialmente à noite, já que o jantar é servido às 6 da tarde), chinelos, sacolas plásticas para roupas molhadas, roupas de banho e roupas leves, lembre-se você vai estar na praia o tempo todo.

Quanto custa?

Depende, em tudo, quanto tempo você vai ficar, o tipo de acomodação que você estiver hospedado: em uma barraca de camping ou uma cabine (ou mesmo um barco, essa opção existe, mas eu nunca fui então não posso falar muito sobre) e qual ilha você está indo. Eu sei que os motoristas cobram cerca de US 40 pelo transporte (cidade / porto / cidade) e o resto pode variar muito.

Minha experiência

Como eu disse antes, já estive nas Ilhas San Blas três vezes. A primeira vez foi para passar a véspera de Ano Novo e o dia seguinte, algo que você não sabe é que o Ano Novo é meu feriado favorito, e não foi uma boa experiência. Nós fomos em um grupo de 20 pessoas para ilha Senidup, eu acho que o problema era que tinham muitas pessoas indo. Estava muito desorganizado e nós terminamos ficando mais tempo esperando do que desfrutando da praia. Outra coisa, eu não gostei muito da ilha, era cheia de cabanas e construções e eu prefiro uma ilha mais natural. Nós não fizemos nenhum tourn também, como eu disse, não foi muito organizado. A segunda vez, fomos em um grupo de 5 pessoas e ficamos na ilha Chichime, e foi incrível! A ilha é bem intocada, e ficamos em uma barraca de camping, é uma das ilhas mais distantes do continente, no fundo do mar do Caribe, então o azul do oceano era maravilhoso. Desta vez nós fizemos os passeios, fomos para a piscina de estrelas que é basicamente é um banco de areia no meio do oceano e para a ilha Perro Chico, que é a ilha com um naufrágio na praia e você pode fazer snorkeling (se você tiver o equipamento de snorkel, leve com você). A última vez, fomos para ilha  Aroma, que é bem perto do continente, o que foi ótimo porque a minha mãe, que tem medo do mar, estava comigo, então foi uma boa escolha não ficar no barco por muito tempo. Eu amei essa ilha também, eles têm cabanas, mas não muitas, e há muitos espaços naturais na ilha, e as pessoas eram muito agradáveis ​​e receptivas. Fizemos o mesmo tour da última vez.

Com isso em mente, meu conselho é ir com algumas pessoas, em uma época não tão movimentada do ano e pedir fotos e o maior número de informações sobre a ilha possível!

San Blas deve definitivamente estar na sua lista, especialmente porque o arquipélago inteiro está atualmente em risco de afundar em décadas. O povo Guna é considerado um dos primeiros povos afetadas pelo aquecimento global. Então, se este é em algum lugar que você gostaria de visitar, você deve ir o mais rápido possível.

Espero que minha experiência e dicas o ajudem na sua próxima viagem ou que eu tenha consiguido  deixar você intrigado sobre San Blas e que você considere o destino.

Tenha uma boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *